segunda-feira, 3 de outubro de 2011

'Welcome back!'

Primeiro dia de trabalho depois de quase 5 meses fora do 'ar'.

Depois de uma manhã mostrando a minha cara de novo para alguns colegas e chefões, eu tive uma conversa com o "Vendedor-de-carros'. É impressionante que mesmo passando todo esse tempo fora, em 5 minutos ele já me fez sentir como se eu nunca tivesse saido...
O assunto central da conversa: Reorganização número 5.734 da empresa desde que entrei há quase 5 anos atrás.

Depois de muita enrolação, a mensagem dele foi o seguinte: 'Não sei no que vai dar. Tá a maior confusão. Acho que vai dar tudo certo no final, mas 'talvez' você tenha que fazer entrevistas para emprego de novo e para outra função...'

É engraçado. Talvez eu esteja sendo inocente ou muito confidente, mas acho que algum trabalho legal haverá pra mim na empresa. Mesmo assim, por via das dúvidas, eu fui dar uma olhada no Monsterboard pra ver como vai o mercado de trabalho. Olhanda as vagas, eu cheguei a conclusão que ainda quero ficar na empresa mesmo com toda a loucura e melodrama que existe nela. Eu gosto de trabalhar aqui. Gosto do lugar, dos produtos, da minha área de serviço, de vários colegas... Sem falar que continuo satisfeira com o meu salário e benefícios.

Acredito que como a empresa é tão grande e diversificada há de existir algo legal pra eu fazer.
Mas, o quê, people, eu ainda não sei!...

Enfim, I'm back!...

4 comentários:

Eliana disse...

Boa sorte no seu novo recomeço. Só achei chato este fulano já no seu primeiro dia vir com um papo desses! Mas enfim...tudo há de voltar aos conformes!

1ou2palavrinhas disse...

Boa sorte, querida. Cacife você tem!

Cris disse...

Ueh, achei que durante seis meses depois da sua volta eles nao pudessem te mandar embora.. e se for mesmo isso, eles é que vao ter que te arranjar uma funcao legal caso voce nao possa continuar na sua.. ou estou totalmente errada?

Holandesa disse...

Cris, não é questão de demissão. Mas, de acordo com a lei, no caso de uma reorganizaçcão e novas funções são criadas e pessoas podem ser mandadas embora, a empresa é obrigada a fazer um processo de entrevista e seleção de novo para dar chance iguais para todo mundo.

E no caso de uma reorganização, se não acharem uma função pra mim começa o processo de 'separação'(ou seja, mandam embora mesmo). Há essa altura, não tem lei que me proteja.

Mas, eu acredito que não chegará a isso. Acho que vai dar tudo certo no final, mas talvez eu tenha que fazer entrevistas de novo, o que é um saco...