quarta-feira, 15 de abril de 2009

Segundo dilema...

Sobre as férias
É meio complicado falar de férias com essa crise lá fora, mas eu vou falar...
O que se nota nas pesquisas é que com a crise, a maioria dos europeus escolheu passar férias na própria Europa, muitos no próprio país. Já deu pra notar que as opções "boas e baratas" já se foram, sorte nossa é que vamos na época de baixa estação e eu ainda estou conseguindo algumas boas opções.

Nós vamos esse ano de carro para a França e levaremos também nossas mães. Como arcaremos com as contas, eu tenho que pesquisar bastante para conseguir as melhores opções e pagáveis. Além disso, eu tenho que pensar nos lugares que são mais prático para ficar com um bebê de 7 mêses. Na minha opinião, como já estamos levando uma caminha, o que eu tenho que me preocupar é com as possibilidades de preparar a comida do S. Eu sei que em muitos restaurantes eles quebram o galho e esquentam o potinho no microondas se for preciso, mas eu não acho que seja legal jantar fora todas as noites com um bebê. Por isso, eu procurei por opções de hospedagem que ofereçam pelo menos a possibilidade de usar um microondas ou que tenha uma kitnete. Não tenho planos de passar as minhas férias cozinhando, mas para tomar o café da manhã e para preparar as papinhas do S. é bem mais fácil se eu tiver essas facilidades por perto. Dos 3 lugares que ficaremos, eu já consegui 2 ótimas opções de estadia. Um é um apto com 2 quartos e kitnete em Sarlat e o outro é um Bed&Breakfast em Carcassonne que também oferece uma sala com microondas para os hóspedes. Todos as 2 opções estão com ótimas recomendações no Tripadvisor e são pagáveis. Agora falta achar um lugar no Vale do Loire. Esse está sendo mais complicado para achar um lugar que passe em todos os meus quesitos e exigências:
- Bom (entenda-se: limpo, agradável, boa localização, boas recomendações),
- Preço acessível
- e Facilidades como microondas ou kitnete disponível.

Eu até que achei umas hospedagens divinas no Vale, mas sempre barra em algum dos critérios, geralmente, nas facilidades para quem tem bebê (e na relação preço). E aí eu fico na dúvida!

Será que eu estou levando de mais em conta ou de menos?! Quem já viajou de carro com bebê de 7 meses, me diga aí tudo o que se é preciso!?...

Algumas das atrações da nossa rota:

Vale do Loire também conhecido como Vale dos Castelos



Acima: Chambord - o maior de todos e "desenhado" por Leonardo DaVinci




Castelo de Chenonceaux - escolhido como mais bonito e romântico. Também conhecido como o "Castelo das Damas"

Depois seguiremos para Sarlat - um cidadezinha medieval.




E "Last, but not least" - mais um lugar para se riscar da minha lista de "lugares que quero visitar...": a cidade medieval de Carcassonne





ps: para ampliar as fotos, basta clicar nelas.

5 comentários:

Lelya disse...

Oi Holandesa,

Fomos com Benjamin de North Wales para Holanda, de carro, quando ele estava com quase 7 meses. A cada dois anos o nosso grupo de amigos se reune para um final de semana numa fazenda....

Enfim, no carro, fora o que voce geralmente tem que ter (fralda, lencinhos, formula, mamadeiras, etc), eu levei mais duas mudas de roupa, agua fervida numa garrafa termica (eu fervia a agua dele ate Benjamin completar 1 ano), frutas e 2 potinhos de comidas que eu tinha preparado uns dois dias antes e congelei.... Naqueles pontos de parada sempre tem microondas.
Nos passamos dois dias na casa da minha cunhada, antes do encontro, entao eu cozinhei algums legumes, frango e macarrao, e congelei.
Na fazenda, eu usava o microondas pra descongelar...
E na mala, fora as mudas de roupa, e muuuuita fralda, eu levei o duvet dele e dois lencois para berco.
Parece muita coisa, mas nao e... Quando o bebe vai crescendo a gente aprende a se organizar melhor, e preparar um passeio ou viagem vira "second nature".
Ah, mais duas coisas! Na Holanda, comprei uma "kettle" pequena, pra ficar fervendo a agua dele... E como ele estava com dentinhos nascendo, eu sempre tinha uma bonjela na minha bolsa, e outra na bolsa dele.
Boa sorte!
Lelya

Juliana (Jullie) disse...

Nossa, que lugar lindo. Um banho de cultura. Eu que sou formada em História, nossa, esses lugares tem um valor...

Marcia-Rotterdam disse...

Estou babando com as fotos! Foi mesmo a melhor escolha, a França. E sim, com bebê tem que ser com cozinha.

Rose e Lisandra disse...

oieee...

sempre leio o seu blog, mas nunca comentei, eu tenho uma filha a Lisandra com 7 meses, essa semana fomos a Suiça passar alguns dias, não tivemos problemas nenhum... foi bem tranquilo...
mais, ai vai algumas dicas, não sei quanto tempo vc vai ficar fora, mas não encha muito o carro de fralda não... um pacote é o suficiente, tem sempre algum lugar que vende "Pampers" e a diferença de preço não é grande... a minha filha ainda toma leite materno de manhã e a noite, então não precisei levar leite, mas nos hoteis que ficamos eles disponibilizaram aquele aquecedor de água... e eu esquentava até as papinhas em "banho maria", fica ai uma dica, tem alguns baratinhos, eu não lembro o nome agora, mas não ocupam muito espaço na bagagem não...
Carcassone é maravilhosa, eu amei... ia ficar 2 dias lá na minha lua de mel, mas acabei ficando 4, leve carrinho, mesmo estando em 4 pessoas, é bem util... e passe um oleo nas rodinhas, pq vai pegar muito pó, areia e etc... no final da viagem pode começar a dar trabalho... dentro de Carcassone, as ruas são todas de pedras, no estilo paralelepipedos, então veja como o carrinho reage nesse tipo de terreno, tem carrinhos que dão problemas, ou a criança não fica confortavel...

no mais, boa viagem e aproveite bastante...

bjs

Rose

Maria Cláudia disse...

Oi Holandesa,

Sou uma leitora anônima, mas tenho uma dica pro Vale do Loire. Já estive duas vezes no albergue (da juventude) de Beaugency sur Loire e acho que tem o que você precisa: quartos de família, cozinha para uso dos alberguistas e preço muito bom.

Caso interesse, o link é esse:

http://www.hihostels.com/dba/hostels-Beaugency-sur-Loire-020053.en.htm

Caso não tenha experiência com o hostelling international, não tem limite de idade, especialmente para quartos de família.

Boa viagem.