sexta-feira, 3 de abril de 2009

A realidade de cada um...

Estava lendo o blog da Drica (http://nesce.blogspot.com/) sobre as reações de Brasileiros que pedem conselhos para blogueiros e orkuteiros de como ir para tal país.

Quando um blogueiro (eu já fiz isso várias vezes) diz que é barra, parece que ninguém acredita, por que vivem lendo na maioria dos blogs sobre a vida glamourosa que levamos: as viagens, compra de casa, ida a mega-concertos, salário em euros, bens como carro, bicicleta, gato, cachorro, papagaio multi-linguístico com pedigree e assim vai...
Parece que eles pensam que nós não temos problemas, que somos ímunes a isso. Muitos pensam assim por que não falamos dos nossos problemas ou coisas ruíns que passamos no blog. Eu confesso e reconheço, que sou uma dessas pessoas que, por não falar dos meus problemas, acabo pintando um mundo maravilhoso e positivo no meu blog.

Outro dia, numa troca de idéias, outra blogueira falou que alguns blogueiros esbajam algo no blog que não é a realidade para a grande maioria das pessoas. No caso em particular, ela se referia a uma pessoa rica enquanto a maioria dos leitores são classe média ou pobre, mas a verdade é que, todos os blogueiros que eu conheço (e não conheço), ricos ou pobres, não colocam tudo no blog (e nem aconselharia a fazer isso). Uns querem mesmo passar uma imagem ilusiva de uma vida de sonhos, outros não falam por questões privadas. Mas a verdade é que, independente de quanto alguém tem na conta bancária, problemas todo mundo tem.

Quem não conhece um caso de alcólatra na família? Um drogado, um parente que passou o calote nós próprios pais, briga por herança, o outro que traiu a mulher (ou o marido), ou aquele que está sempre com dívidas e vive pedindo dinheiro emprestado, problemas no emprego, sem falar naqueles que tem problemas de saúde?
Sério, alguém aqui conhece alguém ou alguma família que não tenha nenhum desses problemas independente do país que você mora e da conta bancária?

Pois então, nada é realmente tudo aquilo que você lê ou vê. Assim como a Drica falou, eu também já (ou)ví xingamentos de que eu sou metida, exibida e sei-lá-mais-o-quê na minha cara ou pelas minhas costas por causa dos meus conselhos ou algo que eu disse no blog. Mas vejam lá, eu falo sim das minhas conquistas, coisas que me fazem felizes sejam essas as coisas mais simples e pequenas do dia-à-dia (uma letra de música que me emocionou) como dos sonhos alcançados que pareciam impossíveis (viagem para Nova Zelândia, Polinésia e Nova Iorque), mas quem me acompanha há bastante tempo, já leu alguns dos meus posts falando sobre os trabalhos que eu já fiz (babá & cozinheira, limpeza de escritório, de hospital, de hotel, fui camareira, trabalhei na horta limpando vagem e fui garçonete), que cheguei a ter 4 empregos ao mesmo tempo e trabalhava 7 dias por semana, já pegava no batente às 5hrs da manhã, e ainda estudava no colégio Holandês para tirar os mesmos diplomas que eu já tinha no Brasil, mas que tinha sido rebaixados, que me esforcei ao máximo para aprender bem o Holandês e paguei os meus estudos, livros, carteira de motorista, bens materiais (tv, cd-player, cama, etc..), conta de telefone e ainda ajudava financeiramente a minha mãe em casa e não tinha dívidas, que durante os primeiros 11 anos aqui, foram pouquíssimas às vezes que eu saí de férias por que não sobrava grana. Tirei todos os diplomas necessários, trabalhei à finco em todos os meus empregos (mesmo que aloprando), montei meu currículo e economizei sempre que pude. Todas as minhas conquistas foram pagas do meu bolso e do meu próprio esforço, ninguém me deu de graça. Até mesmo as reformas em casa foram feitas com economias minhas e do meu marido, mas temos sim a dívida da hipoteca que continuaremos pagando por quase 30 anos...
Agora, falem sério, ficar contando a minha história todas às vezes que eu faço algo legal também enjôa! Fica parecendo que eu tenho que ficar me justificando pelas minhas conquistas como se eu tivesse alguma culpa no cartório ou tivesse que ter vergonha de algo que fiz, sendo que eu não roubei e não matei ninguém.

E ficar falando dos meus problemas particulares e me queixando também não é o meu estilo. Primeiro por que sempre envolve outras pessoas e por respeito, eu não vou ficar falando do problemas deles aqui. Segundo por que eu acho que não tenho o direito e tenho vergonha de reclamar. Primeiro por que eu tenho quase toda a minha família aqui ao meu lado, coisa que 99% dos Brasileiros que vêm pra cá não têm e segundo, por uma questão de educação: A minha vó sobreviveu 2 guerras mundiais, onde ela perdeu a irmã na primeira guerra e na segunda ela passou sozinha cuidando de 2 crianças enquanto o marido tinha sido capturado pelos Alemães e ela não sabia se estava vivo ou morto. Superou um aborto, uma imigração para o Brasil, a fome, morreu de cancêr de pâncreas que é super-doloroso e nunca reclamou de nenhuma dor física ou psicológica, como é que EU vou ter coragem de reclamar algo da minha vida??? Simplesmente, não dá!

Então, refletindo sobre o que a colega blogueira falou, certos blogs não demonstram a realidade que é para a maioria das pessoas, mesmo eu não sendo rica, eu acho que ela tem razão e o conteúdo do meu blog não serve como fonte de informação para quem quer vir para cá.

Enfim, se você quer conselhos e informação de como vir para a Holanda, em vez de pedir para blogueiros ou orkuteiros, visite o site do consulado ou peça maiores informações lá, já que eles estão lá pra isso. E boa sorte!

12 comentários:

Ana disse...

Holandesa, eu nao acho que vc pinta a vida maravilhosa no seu blog. Me parece claro que você trabalha e que as coisas boas não caem do céu. O que eu acho estranho são blogs em que a pessoa não faz nada e que o dinheiro brota em árvore. Eu acho que ser positiva é fundamental, mas o mundo encantado de certos blogs só existe na tela e todo mundo sabe. beijocas.

Cintia EUA disse...

Wow, concordo com vc. Gosto da sua atitude - trabalho duro e muita gratidao - e do seu estilo. Por isso oro pra que Deus continue a te abencoar. Vc planta o que colhe: depois te tanto esforco e fe vc esta colhendo bencaos. Que exemplo maravilhoso pra mim! Muito obrigada!

Holandesa disse...

Ana,
Eu entendí o que vc quiz dizer. Peguei a linha do pensamento e aproveitei para dizer que o meu tb não serve de comparação para quem vem me pedir conselhos de como vir para cá (ilegal e eu sou contra) e coisa tal, por que quando eu digo que é barra muitas dessas pessoas não acompanha(r)am o meu blog e não sabem do que eu passei (ou passo) e só tem uma visão limitada sobre a questão. Na verdade, eu não entendo por que muitos vêm pedir informação pra blogueiro orkuteiro se há instituições para isso.
E como vc disse, mundo encantado só existe nas telas (ou livros de contos de fada), por isso que eu digo, blog não serve para dar uma boa visão de como é a vida fora ou dentro do Brasil.

Ana disse...

pois é, tem povo por exemplo que lê blogs de gente no Canada e nos EUA que chegaram aqui e 2 meses mais tarde compraram casa (grande), e pensam que é barbada chegar e ir comprando casa, na realidade a maioria vive de aluguel ou compra casa anos mais tarde, mas como essas moças só relatam a compra da casa e não explicam de onde saiu o dinheiro (geralmente o marido, dinheiro de familia), o povo pensa que esse é o padrão e isso que me irrita às vezes. no seu caso eu acho que não é um blog voltado pra dicas sobre a Holanda, mas tem blogs por aí bem voltados pra dicas sobre um país em particular e que dão essa impressão. beijocas.

Paula disse...

Holandesa concordo com você. Fiz um blog pra distrair e não pra ficar chamando atenção pedindo arrego chorando meus problemas mundoa fora.

Juliette disse...

Voce e uma guerreira...gosto de ler e ouvir historias de pessoas que se superam, que vao a luta, que nao reclamam e conseguem o que querem...PARABENSSSSSSS!!!!!!! MESSSSMOOOOO.

abraco
Juliette

Monica Peres disse...

A "pobreza" que mais incomoda, atrapalha e oprime não é a do bolso, mas a do espírito.
Com este tipo de pessoas "pobres", nem dá para argumentar.
Estas pessoas estarão sempre por ai, serão nossos vizinhos, colegas de trabalho, anônimos nas ruas ou surfando nos blogs e postando opiniões ... minimizando (ou maximizando) a vida alheia em função do seu próprio horizonte estreito - sua maior "pobreza".

Girando 180° ....
Que linda a foto com Il Divo !!
Abusada!!
hihihihi
bj

Anônimo disse...

Oi Holandesa,

Muito tempo que nao passo por aqui, alias muito tempo que nao leio blogs hoje resolvi tirar um dia pra dar uma bisbilhotada por ai. Eu tambem ralo muito e reclamo, mas dai eu penso quando eu lia os blogs no passado do exemplo de coragem e força de vontade e vc e um dos exemplos que tomo. So ha uma diferença que é a idade, eu tenho pelo menos dez anos a mais que vc quando chegou na Holanda - Acho que vc tinha 16 nao eh?. Mas deixando esse pormenor de lado, eu acredito que a fe move montanhas e é nela que a gente tem que se segurar todos os dias. Segurar na fe e dificil, machuca as maos, faz vc quase despencar la embaixo no abismo, mas é necessario arrumar uma maneira confirtavel de se segurar nela, mesmo com maos doloridas. Um beijo pra vc! Boa semana!

Nina( A ex- confusao)

Juliana (Jullie) disse...

Olá, fazem algumas semanas que acompanho o seu blog e o da Drica, e não acho que vocês pintam a vida cor-de-rosa não. Para mim vocês são pessoas normais, com erros e acertos, como todo mundo. Eu já estive fora do Brasil(faz tempo), fiquei 6 meses no Canadá. Sei que é pouco tempo, mas os seis meses não foram nenhum mar de rosas, só eu sei o que passei. As vezes as pessoas fazem determinados comentários sobre a minha viagem, que eu não gosto, fica parecendo desdém, como se eu tivesse direito a passar por coisas ruins só porque estou em outro país. As vezes também me pedem opinião sobre a viagem, o que devem fazer se forem para fora do país e quando eu falo as coisas boas e também ruins, acham que eu estou tentando convencer a não ir, que lá não é bom...enfim...não entendem nada. Mas é assim mesmo,nunca vamos agradar a todos. Continue postando, pois está muito bom. Eu adoro ler. A propósito, seu filho é lindo, parabéns!!! Muita saúde e felicidade para vocês.
Eu também criei um blog http://maisumdaju.blogspot.com/, estou apenas começando, mas gostaria de adicionar o seu blog no meu, no Cantinho dos Amigos. Se puder me fale. Beijos e tenha uma boa semana.

Marcia-Rotterdam disse...

Não tem jeito, nada cai do céu para quem se aventura para fora do país. Eu já cansei de responder perguntas do pessoal, dar dicas sobre a Holanda, Rotterdam etc para pessoas que depois ou não diziam obrigado ou até me encontravam, mas depois encontravam a turma delas e sumiam de vez. Por isso não faço mais isso, quem quiser ajuda que procure os canais apopriados (e o Orkut pode ser um deles).
Sobre o Sven, eu concordo que deve-se ter um certo cuidado, mas não deixe a paranóia te guiar. Sou a favor de você colocar fotinhas por um dia ou dois e depois retirá-las, pois creio que a maioria das pessoas que entram aqui são gente do bem e se você ficar pensando só nos que têm má intenção, é desperdiçar muita energia com esse povo. É só minha opinião, você é que decide o que botar aqui. Abs de SP.

Anônimo disse...

Sempre li seu blog Holandesa, mas comento pouco e alias faz tempo que não andava na blogosfera, tenho um blog tambem e vinculos com a Holanda, confesso que leio blogs muitos blogas com vinculos holandeses não para sonhar ou viajar na maionese mas sim pra ver como ver como voces conseguem lidar com a suia justa de tantas as dificuldades que voces linda por ai, poque pelo a amor de Deus a essa altura do campeonato sonhar com vida de princesa e conto de fadas por favor ne? Mas como na nossa sociedade de tudo tem um pouco, fazer o que ne?
Eu te parabenizo pela garra e por viver um mundo real e dividir um pouco dele conosco aqui no mundo virtual.
Karla
http://comumnovoolharsobreavida.wordpress.com

manoellamariano disse...

Ei! Não achei teu blog procurando informações de como me adaptar e me deslocar pra outro país. Você tá mais que certa em TUDO que você disse e confesso que ouvindo a música que tô ouvindo (Lisa Hannigan - I Don't Know) e lendo o que você escreveu sobre suas buscas e sobre as tão merecidas conquistas, tive minha síndrome de cinderela acionada! Digo isso por sempre ouvir meus amigos e família dizendo que ouso sonhar coisas muito fora do meu alcance, que acho tudo muito fácil e na verdade eu não acho! Deixa eu explicar... Tenho 21 anos, tô no 6º período de Publicidade (tá, você não tá interessada) e namoro com um holandês. Vi teu blog no blog da Dri, o qual achei no google digitando DIA-DOS-NAMORADOS HOLANDA. rs Funny... É que tô pensando com meus parafusos em como "comemorar" a distancia (ele ainda nao sabe que é dia 12). Ele fazia intercambio aqui e volotou em março (ele tava já ilegal, então não pode voltar em 1 ano). Daí aconteceu a conversa em família junto dele, com o intuito de agendar minha ida pra Holanda (somente férias) em dezembro. Desde então ando lendo sobre pessoas que moram por aí, ouvindo músicas, toda curiosa. Me apaixonei pela Holanda antes de conhecer. Passaria pelos perrengues que tu deve ter passado pra ser feliz aí, com um holandês 100% como você disse (se bem que Felix é meio belga). Enfim, desculpa o texto! Sou nova, curiosa e apaixonada. Muito lindo seu bebê! =) Seja feliz aí, vou favoritar teu blog pra eu ler as vezes, pode? =* beijos