quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Holanda - De liberal para Moralista?

Dificilmente, melhor dizendo, raramente eu posto ou respondo um tópico na comunidade dos Brasileiros na Holanda no Orkut.
Hoje eu postei um que vou colocar aqui também sobre as novas leis ou discussões de lei que me colocaram bastante a pensar...

Seguindo as últimas notícias, a Holanda está discutindo tópicos que mudam ou mudarão radicalmente a sua imagem de país liberal.

- Desde de julho é proíbido fumar em locais públicos fechados.. Muitos fumantes e donos de bares estressados com essa decisão, mas confesso que pra mim foi a melhor lei criada nos últimos 20 anos na Holanda!... Os fumantes dizem que é discriminação (a minha própria cunhada fumante se sente discriminada, mas ela nunca pensou nas pessoas não-fumantes ao lado dela num café se sentirem discriminados por que eles tem que aturar a fumaça do cigarro dela!...)

- A partir de 1º de dezembro a produção e venda de Paddo’s (cogumelos que causam halucinações) será proibído. Fora isso, estão discutindo a possibilidade de fecharem os "coffeshops" na Holanda, por que a Holanda está de "saco cheio" dos turistas que vem por causa de drogas e causam problemas nas ruas. Primeiro, se há problemas não é só os "turistas" que causam, mas sabe como é que é Holandês sempre gosta de colocar a culpa total nos outros!
Por mim, se fecharem melhor! Sou contra drogas de todos os tipos e categorias.

- Tempo atrás o partido Cristão (ChristenUnie) queria proibir a exibição de filmes de (soft) porno na tv (mesmo que seja tarde da noite) como o “Garganta Profunda”(só do título já da pra achar graça!).
E agora uma política do PvdA (o PT Holandês) quer colocar em lei o “uso obrigatório de anticoncepcionais para mães ruins para que elas nunca mais engravidem”.
Sério, é impressão minha ou o governo está querendo bancar uma de papai e mamãe da população?...

É certo o governo se meter em detalhes íntimos da vida de uma pessoa ou de família como o uso obrigatório de anticoncepcionais para mães ruins? (Por que só vale pras mães e não para os pais ruins? Pedófilos? E outros do gênero?)...

Será que o resto do mundo notou que a Holanda está mudando ou querendo mudar a imagem de país liberal para uma mais conservadora?
Mas será que os meios escolhidos são o caminho certo pra obter o resultado?...

5 comentários:

Alice Barreto disse...

Oi, amiga importada. A palavra em português é liberal.
Um beijo no meu sobrinho holandês.

Jaboticaba Preta disse...

Ótimo post.

Nunca considerei a Holanda um país liberal. A realidade do país fora Amsterdam é bem diferente do que é divulgado.

Eu concordo plenamente com o que você diz sobre as leis contra o cigarro e as drogas. Lembra no ano passado aqueles turistas doidos em Amsterdam que se jogavam dos hotéis onde estavam hospedados?

Em relação ao uso de anticoncepcionais.E eu acho incrível que os governos do mundo todo ao invés de terem uma política de prevenção e apoio de estrutura familiar, ainda preferem 'esterelizar' um grupo X, ou abortar.

Beijocas

Marcia-Rotterdam disse...

Como não participo mais daquela comunidade, dou meu pitaco aqui:
- Essa lei antifumo foi mesmo a melhor lei criada aqui, talvez até do século! E fumante holandês parece até mais egoísta que os outros, pois eu morei na Irlanda na época que essa lei entrou em vigor (o país pioneiro da Europa a implementar tal lei) e não me lembro de ter ouvido tanta chiadeira de donos de bares, restaurantes e fumantes em geral, que simplesmente foram acender seu cigarrinho na rua e pronto - e olha que na Irlanda não tem tantos terrasjes como aqui! Esses donos de bares então, dão nojo, eles preferem não culpar a crise econômica pela queda de renda. Desde que a lei foi implementada, umas 600 mil pessoas já deixaram de fumar. Com o tempo os hospitais vão tratar menos fumantes, as pessoas vão viver melhor, mas isso esse povo teimoso não vê agora. Por mim cigarro seria comercializado só com alguma receita especial, pois é uma droga que causa dependência como cocaína e heroína. Essa é a verdade que muitas pessoas não querem ver.
Quanto às outras "soft drugs", por mim poderiam desaparecer também, mas defendo o direito dos holandeses comercializarem essas coisas, ainda acho esse sistema melhor do que ir comprar das mãos do traficante.
E uma coisa que me incomoda sobre esse governo são esses partidos "cristãos", ora, o governo que eu saiba é laico e não deve impor coisas tipo fechamento do comércio aos domingos ao resto da população!
Enfim, poderia falar mais sobre esse assunto mas fico por aqui...abs

Bruna disse...

Holandesa,
Eu nao acho que proibir os coffeshops e' solucao, pelo simples fato que nao sao so' turistas que frequentam esse lugares, afinal os holandeses tb fumam maconha (e na cidade onde eu fico, fumam muito!). Porem eu acho que a lei que vai proibir os cogumelos e' otima, pq esta sim atinge diretamente os turistas que so estao pensando em baderna e consequentemente dando mais trabalho pra policia e hospitais. A imagem da Holanda e' muito associada as drogas e proibir pode fazer o turismo despencar... eu acho que eles deveriam investir numa propaganda diferente, focando nas obras de arte, nos museus, na arquitetura... Quando eu morava na Alemanha, 4 amigos vieram me visitar e tudo o que eles queriam era ir para Amsterdam, sentar num coffeshop e fumar. Como eu nao fumo, insisti pra gente ir passear em outras cidades e no fim, eles adoraram o "tour" e ficaram felizes de nao terem perdido as tantas outras coisas que a Holanda oferece. Como eu disse, e' tentar mudar o foco ;), porem, eu sou a favor de proibirem coffeeshops a menos de 500 metros de escolas.

Concordo plenamente com o fato: e o pai ruim, faz o que? Castra?
Se os pais sao ruins, o servico social tem que estar preparado pra tomar uma atitude e dar apoio a crianca. Mas como se julga se os pais sao ruins?

Abcs,

Holandesa disse...

Alice,
Obrigada pela correção! Meu "PRotuga" tá uma tristeza! ;p

Márcia,
De acordo com uma pesquisa mundial sobre a legalização ou a proibição de drogas, deu que somente os países que tem uma forma controlada do uso e comercialização das drogas como a Holanda ou então, um controle com leis super-rígidas e de penas judiciais bastante elevadas como é o caso da Suécia é que funcionam .
Países que ficam no meio termo, no morno, tem mais problemas com o tráfico & uso de drogas do que os sistemas explicados acima (o caso da França)....

bjs