domingo, 1 de fevereiro de 2009

Quase lá!...?

Os móveis do quarto do bebê e o Bugaboo (o super-carrinho) chegaram. Amém!
Amore passou 2 dias para montar tudo, mas falta ainda alguns arremates como os puxadores da gaveta (Amore precisa comprar outros parafusos para isso), mas já dá pra ver que vai ficar lindodivinoemaravilhoso! As cores ficaram ótimas, bem tranquilas e com os detalhes de verde-lima, vai ficar bem "fris" (refrescante?). Conseguimos também colocar os móveis exatamente como eu tinha imaginado e não ficou "apertado" como Amore tinha pensado que ficaria!
Agora é deixar tudo ventilar bastante para eliminar os cheiros fortes e começar a colocar as roupas e as coisas nos lugares.

Enquanto isso, a malinha (mochilão!) do bebê para levar ao hospital está pronta. A minha já está metade encaminhada, mas hoje eu devo terminar. Falta ainda levantar a cama... É, para quem nunca teve filho na Holanda, não deve entender o que eu quero dizer com "levantar" a cama, mas aqui existem regras e diretrizes que vc deve seguir com relação ao quarto tanto do bebê (temperatura, o estilo de cama, arrumação da cama, a posição da cama no quarto, etc...) como para o seu quarto para quando a "kraamverzorgster" (enfermeira, assistente) vier. A cama que a mãe terá o parto ou dormirá após o parto deve estar na altura mínima de 65cm acima do chão (aconselhado é por volta dos 70 cms). Isso tudo para não acabar com as costas da enfermeira, mas também para a própria mãe que nas últimas semanas e após o parto não deve ficar "forçando" a bacia ou a região pélvica. A instituição que oferece os serviços de "Kraamzorg", alugam os "Klossen" - suporte para levantar a cama.


Um "Klos" (suporte para a cama)

Eu escolhí por colocar um colchão "velho" em cima do meu atual (que não é tão velho assim, mas é bem mais barato que o meu bonzão) para alcançar a altura. Tem gente que coloca engradados de cerveja como suporte e também fica direitinho na altura... Enfim, o "negócio" é levantar a cama e seguir as regras da instituição para não ter problemas.

Por fim, eu também estou deixando o "pacote do seguro"* para 'durante o parto e após-parto' no quarto para qualquer emergência e todos os nrs de telefone necessários foram devidamente programados num celular a parte. E o maxi-cosi, a cadeirinha para o carro, também já está pronta, só falta ajeitá-la no carro...

É..., em termos de preparativos para a hora H, o que eles aconselham estar tudo pronto na 37a semana da gestação, eu já conseguí deixar tudo pronto ou bem encaminhado! Agora se me perguntarem se eu já estou preparada psicologicamente para a "boa hora" ou se já estou ansiosa para ter o meu filho nos meus braços, eu digo honestamente que acho que não estou...! :p
Acho que isso ainda vai levar mais algumas semanas, ou... anos! :o)


PS: *O pacote do seguro é geralmente gratuíto e enviado para a sua casa no 7o mês de gravidez. Ele contem tudo o que você precisa para um parto em casa e para os cuidados após-parto da mãe e do bebê como por exemplo, algodão, um lençol de plástico com absorvente para proteger o colchão, alcóol, artigos para ferimentos (curativo do cordão umbilical), etc...)

4 comentários:

Alice disse...

http://www.hipoglos.com.br/espaco_mamae/index.php
Uma amiga trouxe um hipoglós (sob minha encomenda) prá meu sobrinho holandês. Os cremes daqui são bons para evitar assaduras, mas se a bundica do pimpolho assar, use o hipoglós para que a pele volte rapidamente ao normal.

Holandesa disse...

Aí, Alice, que maravilha!!! Vc sabe que essas coisas são sempre bem-vindas, por isso vou querer mesmo e sou muito grata! :)

BTW: estou lendo o livro fantástico de sua mãe! Tem por sinal um trecho que ela fala ser "a mãe" de todos... Já ví que vc puxou essa característica dela! ;)

Brigadão!

Claudinha disse...

ps. hipoglós é da procter :-P.

queremos fotos do quarto mobiliado!!!!

Cintia EUA disse...

Nossa, essa de levantar a cama e nova. Aqui a coitada da crianca nao precisa nem ter berco, eles nao checam nada. Assim que vc pisar fora do hospital a responsabilidade toda e sua. Interessante como as coisas mudam de pai's a pai's.